Blog

Felinos e os problemas urinários: fique atento!

veterinario-gato

Algumas anormalidades podem aparecer na rotina do seu gato e devem ser tratadas o quanto antes para garantir sua saúde, bem-estar e felicidade. Uma das disfunções mais comuns nos felinos é a DTUIF, doença do trato urinário inferior dos felinos ou Infecção do Trato Urinário, sobretudo quando se trata das gatinhas fêmeas.

Pensando em melhorar as condições de vida dos pets e em ajudar os tutores com dúvidas, separamos algumas informações e dicas importantes sobre a doença. Saiba mais a seguir:

DTUIF – Doença do trato urinário inferior dos felinos
É preciso ficar sempre atento a qualquer mudança de comportamento do seu animal ou em relação às características da urina e das fezes, já que as alterações podem significar algum tipo de problema.

Alguns dos sintomas mais comuns que os felinos com ITU podem apresentar são: dificuldade para urinar; sangue e odor forte na urina; urinar com frequência e em lugares anormais; miar enquanto urina.

Se identificada alguma dessas manifestações, pode ser que haja obstrução do fluxo urinário – o que faz a pressão no interior do trato urinário se elevar, podendo dilatá-lo e provocar inflamações ou até mesmo ruptura. Outra possibilidade é a hidronefrose (perda da função renal). Ao mesmo tempo, o animal também pode apresentar outros sintomas, como apatia, vômito, fragilidade e letargia.

Tratando infecção urinária

Para que a doença seja curada totalmente, o procedimento requer o acompanhamento de um veterinário capacitado e de confiança. Isso porque, em geral, o controle da doença deve ser feito com medicações específicas, como antibióticos, e demanda uma administração consciente para que não se tornem maléficos à saúde do gato.

Uma ração com a composição adequada, formulada para diminuir a formação de cristais na urina e manter o pH ideal,pode auxiliar no tratamento e na recuperação do felino, além de deixá-lo com maior imunidade.

Os gatos devem tomar muita água para eliminar bactérias por meio da urina, metabolitos e se alimentar de maneira diferenciada, pelo menos durante o tratamento. A higiene dos locais onde seu gatinho dorme e come, e também da caixa de areia, onde ele faz suas necessidades básicas, deve ser ainda mais rígida.

A dica é deixá-las limpas e garantir a manutenção, não apenas dos lugares frequentados pelos felinos, mas também de itens dos outros animais da casa com que ele entra em contato – como o tapete higiênico do cachorro.

Tratamento para a infecção urinária
A primeira indicação é fazer visitas ao veterinário, pelo menos duas vezes ao ano, para um check-up. A partir de exames de rotina é possível identificar diferentes doenças, além da infecção urinária no início ou até mesmo antes de os sintomas se agravarem, permitindo que ela seja tratada de imediato e que a recuperação seja mais rápida e eficaz.

Outro caso que o check-up pode prevenir é o controle da formação de cálculos que consequentemente gera a obstrução urinária. Caso a avaliação veterinária acuse o problema, é possível iniciar as manobras iniciais de tratamento indicadas pelo profissional – afinal, a manobra preventiva varia de acordo com a sintomatologia clínica.

Fonte: Petz | Foto: Google Imagens