Blog

Tártaro em cães – Riscos, como prevenir e tratar

Assim como os seres humanos, os cachorros também desenvolvem o tártaro e isso muitas vezes é negligenciado pelos tutores de cães e gatos. Muitas vezes os donos não sabem nem em que estado estão os dentes do animal pois não tem o costume de checar a boca do cão com frequência. Às vezes os dentes da frente parecem saudáveis, mas os dentes de trás estão cheios de tártaro. Tenha o costume de sempre verificar como estão os dentes do seu cachorro e saiba identificar o tártaro.

Se você não se sente seguro para mexer na boca do cachorro (o ideal é acostumar desde filhote), leve-o no veterinário para que o profissional diga se o seu cão precisa da cirurgia de limpeza de tártaro.

 

O que é o tártaro?

O tártaro é uma placa de bactérias que vai acumulando com o tempo por conta de restos de comida. Mesmo que o cachorro só se alimente de ração seca, biscoitos crocantes para cachorro e petiscos que “limpam” os dentes, muitas vezes isso não é suficiente.

 

Os riscos do tártaro

O tártaro é um acúmulo de bactérias e ele vai consumindo a gengiva do animal. Conforme o avanço do tártaro, as bactérias podem entrar na corrente sanguínea e irem parar no coração, nos rins e fígado, levando até à morte do cachorro. Sim, tártaro pode matar seu cão.

Como evitar o tártaro?

É importante saber que o tártaro é uma questão de tendência. Alguns cães possuem o pH bucal que facilita o acúmulo do tártaro, assim como algumas pessoas tem mais tendência pra ter placa e outras não. Normalmente, as raças pequenas são mais propensas a ter tártaro, mas isso não é uma regra. Cachorros grandes também podem ter tártaro e há cachorros pequenos que não tem essa tendência. Vai variar de acordo com o indivíduo.

A única forma de evitar o tártaro (ou prorrogar o aparecimento dele, caso seja um cão com mais tendência) é a escovação DIÁRIA. Sim, você precisa escovar os dentes do seu cachorro todos os dias. Veja aqui como escovar os dentes do seu cachorro. A pasta de dente canina mais indicada pelos dentistas veterinários é a C.E.T da Virbac. Apesar de ser mais cara que outras pastas, ela é a mais recomendada pelos veterinários quando falamos de prevenir o tártaro. Você pode encontrá-la aqui.

Lembrando que se seu cachorro tiver muita tendência a tártaro, mesmo escovando o tártaro pode aparecer, porém se escovar todos os dias você vai adiar esse aparecimento.

 

Como saber se meu cão está com tártaro?

Um dos primeiros sintomas do tártaro é o mau-hálito. Às vezes você não vê tanta diferença na coloração dos dentes mas começa a sentir que o cão está com “bafo”, isso normalmente indica que o tártaro está se acumulando. Os dentes afetados pelo tártaro ficam amarelos e vão passando pro marrom. Além disso, o tártaro começa a empurrar a gengiva, deixando-a vermelha, inflamada e em casos mais graves, correm o tecido gengival.

Em casos ainda mais graves, o cachorro para de se alimentar, pois o tártaro causa dor e o cachorro começa a evitar a mastigação.

Meu cão já está com tártaro, o que fazer?

Não procure soluções caseiras para acabar com o tártaro do seu cachorro, procure um veterinário e ele vai dizer se é necessária a cirurgia de limpeza de tártaro. Nada que você faça em casa vai eliminar o tártaro do seu cachorro uma vez que ele estiver instalado.

 

Como é o tratamento de tártaro em cães?

É feita uma cirurgia simples para a limpeza do tártaro, normalmente realizada por um odonto veterinário (dentista) e um anestesista. A anestesia mais indicada é a inalatória, por ser mais segura para a maioria dos cães. São necessários exames pré-operatórios para ter certeza que seu cachorro está saudável para realizar o procedimento, que é simples e o cão volta pra casa no mesmo dia.

Limpeza de tártaro caseiro

Não siga soluções caseiras, pois o tártaro é mais profundo do que parece, precisa ser feita uma raspagem pelo dentista e o cão precisa estar anestesiado para não sentir dor. Precisa ser feito por um profissional habilitado

Spray para tártaro funciona?

Apenas a escovação diária ajuda a prevenir o tártaro e apenas a limpeza feita em consultório é capaz de eliminar o tártaro em cães.

Riscos da limpeza de tártaro

Como qualquer procedimento cirúrgico com anestesia, existem riscos. Mas esses riscos são reduzidos se você tomar alguns cuidados, como:

– exames pré-operatórios

– escolha de uma clínica com infra-estrutura

– escolha de um bom veterinário

– presença de um anestesista além do veterinário que realizará a limpeza

É uma cirurgia muito simples, sem cortes. Tomando esses cuidados, é muito difícil que o cachorro venha a óbito.

Onde fazer limpeza de tártaro

Indicamos algumas boas clínicas para você levar seu cachorro para fazer a limpeza de tártaro.

Tártaro volta?

Sim, é comum o tártaro voltar. Algumas pessoas realizam o procedimento da limpeza de tártaro (tartarectomia) de 6 em 6 meses ou de ano em ano. Mas, você escovando os dentes do seu cachorro todos os dias, o tártaro demora mais pra voltar.

Fonte: tudosobrecachorros.com.br | Imagens: tudosobrecachorros.com.br